segunda-feira, 27 de maio de 2013

Contas do governador Agnelo Queiroz são aprovadas


Tribunal de Contas do DF avaliou também as políticas públicas do primeiro ano de gestão

 As contas do primeiro ano de gestão do governador Agnelo Queiroz foram aprovadas por unanimidade pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) durante sessão realizada hoje.

"A votação do tribunal demonstra que o governador Agnelo Queiroz ajustou as contas e as políticas públicas do Distrito Federal. É um reconhecimento expresso de que este governo está no caminho certo", afirmou o secretário de Planejamento e Orçamento, Luiz Paulo Barreto, que representou o governador no TCDF.

O órgão reconheceu expressamente as dificuldades encontradas no primeiro ano de governo devido às turbulências vividas em 2010, período no qual o DF teve quatro governadores.

Na votação, os conselheiros fizeram sete ressalvas, três determinações e duas recomendações de caráter técnico.

Os conselheiros julgaram que as contas de 2011 estão regulares e apenas o conselheiro Paulo Tadeu se declarou impedido na votação, em razão de ter ocupado o cargo de secretário de Governo no período analisado.

Segundo o secretário de Planejamento, muitas das observações feitas pelos conselheiros, referentes a 2011, foram corrigidas no ano passado.

"Seguimos atentos ao que recomenda o TCDF e estamos fazendo um esforço diário para que o DF mantenha suas contas equilibradas e alcance níveis de excelência e qualidade na realização das políticas públicas", afirmou Barreto.

O parecer prévio da Corte constatou que o governo conseguiu superar os limites constitucionais de aplicação de recursos previstos para as áreas de Saúde e Educação no período analisado.

O Relatório Analítico e o Projeto de Parecer Prévio Relativo às Contas de 2011 foram relatados pela conselheira Anilcéia Machado e serão encaminhados à Câmara Legislativa do Distrito Federal para análise e posterior votação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário