quarta-feira, 22 de maio de 2013

Deputado aponta falhas em inauguração de estádio e vai convocar responsáveis pelo evento


O deputado distrital Olair Francisco (PTdoB) participou do evento de inauguração do Estádio Nacional Mané Garrincha, que aconteceu no último sabádo,18. O parlamentar fez o percurso de carro e a pé, seguindo o trajeto apresentado pelos organizadores do evento. Olair não gostou nada do que viu. O distrital fez o percurso é notou diversas falhas.  Ele enviou para o nosso blog vários pontos que precisam ser corrigidos pelo Governo do Distrito Federal na Copa das Confederações e na Copa do Mundo de 2014.

Convocação - Devido aos transtornos Olair Francisco decidiu convocar algumas autoridades para se explicarem na Comissão Especial da Copa do Mundo da CLDF.  A data está marcada para o próximo dia 29 de maio. O secretário do Comitê da Copa, Cláudio Monteiro, o Diretor Geral do Detran-DF,  José Alves Bezerra  e o comandante da Policia Militar Coronel Jooziel de Melo Freire - terão que prestar esclarecimentos aos membros da comissão.

Confira as 14 falhas apontadas pelo deputado distrital Olair Francisco, na inauguração do Estádio Nacional Mané Garrincha:   

1 - A falta de informação dentro e fora do estádio

2 - Não havia qualquer sinalização sobre os locais de entrada e bilheteria, procurada por torcedores que queriam trocar assentos:

3 - Os celulares não funcionavam normalmente

4 - O trânsito ficou complicado na volta para casa, mesmo com as intervenções dos agentes do Detran e da Polícia Militar, as vias ficaram congestionadas por mais de uma hora após o término do jogo.

5  - Faz-se necessária urgente sinalização aérea (postes de iluminação)

6 - Apontamento de carros, ônibus, metrô e taxis. Indicação dos corredores e bolsões

7- Locais estratégicos (filas) para os taxis, para saída dos torcedores

8- Faltou sinalização dos estacionamentos, informação

9- Distâncias extremamente longas, principalmente para portadores de Necessidades Especiais

10 - Faltou credenciamento para portadores de necessidades especiais

11 - O policiamento desconhecia as áreas de circulação e mapas de estacionamentos possíveis

12 - Não existiam equipes internas para informação

13 - Muitas crianças sozinhas circulavam o Estádio Nacional, como agiu a Secretaria de Ação Social no evento? Fica a pergunta

14 - Quantos ônibus foram disponibilizados nos bolsões?  Qual a localização desses espaços, visto que não tinha nada que sinalizasse os locais?  

Nenhum comentário:

Postar um comentário