terça-feira, 28 de maio de 2013

Lanchas da Fórmula Motonáutica chegam a Brasília

Duas das oito equipes que competirão nos dias 1º e 2 de junho também estão na capital para acertar detalhes finais do evento



As lanchas de alta velocidade da Fórmula Motonáutica chegaram hoje a Brasília, a primeira cidade da América Latina a receber a competição internacional dessa categoria, que será realizada no Lago Paranoá nos dias 1º e 2 de junho.
 
"Além das 17 lanchas, duas das oito equipes que são dos Emirados Árabes e China também estão na capital", explicou o presidente da Idea Marketing - empresa organizadora do evento -, Nicolo di San Germano, que visitou o governador Agnelo Queiroz para atualizá-lo sobre a competição.
 
Chamada de F1 H2O Powerboat Word Championship Series, a corrida é um dos eventos mais tradicionais da categoria, com a participação de milionários, príncipes e pilotos internacionais; uma das edições da prova, feita na China no ano passado, reuniu meio milhão de pessoas.
 
Segundo um dos organizadores do evento Luís Piscarreta, as lanchas usadas na competição custam aproximadamente 100 mil euros (cerca de R$ 265 mil), tem potência de 400 cavalos e capacidade de passar de zero a 100 Km/h em dois segundos.
 
"Realizar a Fórmula Motonáutica mostra a alta capacidade de Brasília de receber grandes eventos. Será uma grande oportunidade de mostrarmos a capital para o mundo, já que será transmitido para 300 milhões de pessoas", destacou o secretário-chefe da Assessoria Internacional do GDF, Odilon Frazão.
 
ORGANIZAÇÃO - Os organizadores do evento preveem a instalação de duas arquibancadas para 15 mil pessoas, com a capacidade total no entorno do Lago Paranoá de 60 mil espectadores.
 
O público contará com praça de alimentação, banheiros químicos, duas áreas para estacionamento e uma feira para equipamentos náuticos e de pesca. "O mais importante é que terá entrada gratuita, permitindo acesso a todos", comentou o representante do Ideia Marketing no país, Luiz Roberto Lorenzato.
 
Serão duas corridas, cada uma de 20 minutos: a primeira no sábado (1/6), às 14.30, e outra no domingo (2/6), às 9.45.
 
EQUIPES – As equipes que já estão em Brasília são a Qatar Team, dos Emirados Árabes, e CTIC China Team, formadas cada uma por dois pilotos e o suporte de outros profissionais.
 
Alex Carella, da Itália, e Shaun Torrente, dos Estados Unidos, integram a Qatar Team - o primeiro foi o vencedor da última corrida-, enquanto que Philippe Chiappe, da França, e Xiong Ziwei, da China estão na outra.
 
Os demais competidores e equipes são: Thani Al Qamzi e Rashed Al Tayer, ambos dos Emirados Árabes Unidos, da Abu Dhabi; Duarte Benavente (Portugal) e Youssef Al Rubayan (Kuwait), da Atlantic; Jonas Andersson (Suécia) e Paul Gaiser (Brasil), da Azerbaijan.

Sami Selio e Filip Roms, finlandeses, são da Madcroc;  Rinaldo Osculati (Itália) e Marit Stromoy (Noruega), da Nautica; e Valerio Lagiannella e Francesco Cantando, italianos, formam a Singha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário