quarta-feira, 31 de julho de 2013

Mais R$ 2,38 bi para o DF

O DF terá este ano acesso a aproximadamente R$ 2,38 bilhões do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) - um aumento de 5% em relação a 2012 -, decisão divulgada ontem na reunião do Conselho Deliberativo do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Condel), em Cuiabá.

"Um dos fatores que proporcionou esse aumento foi a inclusão da área de Serviços no DF, antes não tão expressiva quanto agora, e isso ajudou a aumentar o volume de investimento para o desenvolvimento de Brasília", afirmou o vice-governador, Tadeu Filippelli, presente na reunião. 

No ano passado, o DF contratou 9% dos investimentos disponibilizados pelo FCO, e, com a decisão da Condel, esse quantitativo subiu para 14% do total, que é estimado em cerca de R$ 17 bilhões para os estados do Centro-Oeste. "O Distrito Federal pode chegar a até 19%, mas utilizava 9%. Se neste ano passou para 14% mostra que evoluímos significativamente nosso volume de captação", ressaltou Filippelli. 

Ainda segundo o vice-governador, os recursos do FCO serão utilizados para incentivar mais o setor de Serviços e Comércio do Distrito Federal "Neste ano, o investimento será voltado principalmente aos empreendimentos privados, pela própria vocação de Brasília nessa área, o que incentivará a economia do DF, promoverá o desenvolvimento e gerará mais empregos", concluiu o vice-governador. 

 CONDEL – O Conselho Deliberativo faz parte da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), órgão vinculado ao Ministério da Integração Nacional que promove estratégias que contribuem para a região. Os principais assuntos discutidos na reunião foram as propostas de aperfeiçoamento das condições de negócio do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste, e a avaliação do desempenho em 2013 de cada unidade da Federação que integra a região. O encontro foi presidido pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, no Palácio Paiaguás, no Centro Político Administrativo de Cuiabá (MT).

Dez centros de saúde ampliam atendimento para a noite

Dez centros de saúde do Distrito Federal oferecem agora atendimento noturno, das 18h às 22h, de segunda a sexta-feira, para casos menos graves, como cefaleia (dor de cabeça), vômito, diarreia, dor abdominal, febre, lombalgia (dor nas costas) e escoriações em decorrência de quedas.

“O Terceiro Turno possibilita atendimento noturno ao usuário sem condições de se ausentar do trabalho durante o dia para procurar uma unidade de saúde. 

Esse modelo amplia o acesso ao paciente em situação menos graves”, afirmou hoje Rosalina Sudo, subsecretária de Atenção Primária à Saúde. O serviço é oferecido nos Centros de Saúde nº6 e 8 de Ceilândia, nº4 do Guará, nº1 da Candangolândia, nº2 de Santa Maria, nº 2 do Núcleo Bandeirante, nº3 do Riacho Fundo, nº3 de Sobradinho II, nº2 do Recanto das Emas e nº 16 do Varjão.

 A diretora Regional de Atenção Primária à Saúde, da Regional Norte, Amália Dorsch, informou que o Centro de Saúde n°16 é a primeira unidade da Região Centro-Norte a oferecer o terceiro turno - desde abril -, além de contar com o Programa Saúde do Homem. “O Terceiro Turno contabiliza uma média de 40 atendimentos por noite”, comentou o gerente do Centro de Saúde n°16, o odontólogo Luiz Claudio Modesto. Nas segundas-feiras, os atendimentos são voltados à Saúde do Homem e às quartas, à Saúde da Mulher - nos dois dias são desenvolvidas atividades com grupos de hipertensão, diabetes e tabagismo. 

Centros de Saúde com atendimento no terceiro turno: Ceilândia - Centro de Saúde nº 06 - EQNP 10/14 lotes E,F,G,H Ceilândia - Centro de Saúde nº 08 - EQNP 13/17 AE - A, B,C,D Guará - Centro de Saúde nº 04 - Área Especial 03 - Setor Central Lote 00000 Vila Estrutural Candangolândia - Centro de Saúde Nº 01 - EQ 5/7 AE Santa Maria - Centro de Saúde nº 02 - EQ 217/ 317 Núcleo Bandeirante - Centro de Saúde nº 02 - 3ª Avenida nº 03 Riacho Fundo I - Centro de Saúde Nº 03 - QN 7 área especial 9 Sobradinho II - AR 13 CONJ.7 lote 1 Recanto das Emas - Centro de Saúde nº 02 - Quadra 102, A.E 1 Varjão - Centro de Saúde nº 16 - Quadra 05 conj. A lt. 17 Área Especial - Varjão do Torto

Alunos da Faculdade Alvorada pedem ajuda ao Ministério da Educação

Cerca de 50 alunos da Faculdade Alvorada, que sofreu ação de despejo após não pagar o aluguel, na última sexta-feira , foram até o Ministério da Educação na manhã desta segunda-feira pedir uma reunião com coordenador geral de supervisão de educação superior, Pedro Leitão.

O coordenador esteve reunido com um grupo de 5 alunos que pedem que a faculdade tome as devidas providências para que não saiam prejudicados. O MEC deve enviar hoje um ofício à direção da faculdade pedindo para que eles informem o novo local da instituição. A direção tem até 48 horas para responder, caso não o faça o MEC vai entrar com edital de chamamento e a instituição de nível superior vencedora irá receber os alunos.

A ação de despejo foi tomada por causa da inadimplência da empresa, que deixou de pagar o aluguel do prédio da 516 Norte, em dezembro de 2008. A dívida passa de R$ 30 milhões. As aulas do próximo semestre deveriam começar nesta segunda-feira (29/7). 

A Alvorada tem 22 cursos e mais de 2 mil alunos.

Roriz é condenado mais uma vez

O ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Domingos Roriz, foi condenado a pagar indenização por danos morais, no valor de R$ 100 mil, ao senador Cristovam Buarque.

A decisão foi do juiz da 13ª Vara Cível de Brasília e cabe recurso. Segundo o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), o senador entrou com ação contra o ex-governador logo após a publicação de uma matéria no Correio Braziliense em 1999. "Tenho como comprovar que saldei todas as minhas dívidas. Quem, como Cristovam, falsificou diploma na Sorbonne, não merece confiança" afirmou Roriz em entrevista. 

Cristovam afirma que a declaração sujou a honra dele, pois foi comprovada a titulação obtida na universidade. O laudo pericial confirmou a autenticidade do diploma e demais documentos relativos ao curso de doutorado concluído por Cristovam Buarque na Universidade de Sorbonne, segundo o Tribunal de Justiça. O réu reconheceu implicitame nte a autoria da frase, no entendimento do juiz.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Autorizada construção de mais 14 creches públicas




Documento que permite o início das obras em sete cidades foi assinado hoje pelo governador, em visita à primeira unidade que será inaugurada este ano em Sobradinho II


A construção de mais 14 Centros de Educação da Primeira Infância (Cepi) no DF foi autorizada hoje pelo governador Agnelo Queiroz, durante visita às obras da primeira unidade desse modelo, que será inaugurada até outubro, em Sobradinho II.
 
"Essa é a primeira creche pública de Sobradinho II e terá uma infraestrutura para oferecer atendimento continuo em tempo integral de 10 horas com cinco refeições. Nossa meta é construir 112 creches e abrir 25 mil vagas em todo o DF", destacou Agnelo. 

O Cepi em construção em Sobradinho II terá um custo aproximado de R$1,8 milhão. Na área de 1.118m², haverá anfiteatro com arquibancada, pátio coberto, playground (parquinho), blocos pedagógicos divididos por idade (4 meses a 3 anos e 4anos a 6 anos) -, espaço multiuso com sala de leitura e laboratório de informática. 

No local - com acessibilidade e adaptação para receber pessoas com deficiência - haverá também uma área administrativa, onde estarão reunidas recepção, secretaria, sala de orientação pedagógica e dos professores. 

"Criança quanto mais cedo na escola melhor será seu desenvolvimento e aprendizado. Nossa intenção é dar condições para que elas se desenvolvam e também dar o apoio necessário para elas enquanto os pais trabalham", afirmou o secretário de Educação, Denilson Bento. 

Segundo ele, a previsão é de que a escola, com capacidade para receber 112 crianças, entre em funcionamento assim que a obra for concluída. "Nós já temos uma lista de espera de alunos para estudarem neste estabelecimento", informou, ao ressaltar que outros interessados podem se inscrever a partir de setembro para concorrer às vagas abertas para 2014. 

NOVAS CRECHES – Com a assinatura das ordens de serviço, as empresas que ganharam a licitação das novas unidades estão autorizadas a começar a construção dos 14 Cepis. 

As unidades serão instaladas na Área Especial 15 de Sobradinho II; na quadra 2 de Sobradinho I; em Águas Claras, na QS e na Avenida Jequitibá; na CL 2018 E QR 312 de Samambaia; em Brazlândia, na PIQ 3 e no Setor Veredas; no Bairro Nossa Senhora de Fátima em Planaltina; e na QI 13 do Lago Norte. 

No total, das 112 unidades que funcionarão em tempo integral, 46 estão licitadas e 24 em execução. Cada uma dessas obras - que terá um custo aproximado de R$2,6 milhões – será entregue em um prazo de 270 dias. 

Além desse modelo de creche, o GDF também oferece atendimento nos Centros de Educação Infantil, entregues em 2012, nas cidades de Planaltina, Estrutural, Brazlândia, São Sebastião, Riacho Fundo e Samambaia.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Encontro de motos na cidade

Dois dias de viagem entre Belém (PA) e Brasília em cima de uma Honda X-250 para, finalmente, chegar ao 10º ano do Brasília Motocapital. A festa, que reúne 1,2 mil motoclubes do Brasil e do mundo, representa também o encontro de antigos e novos amigos.

 Por isso, Raynera Sousa, 60, ou Mala Velha, como é conhecido, viajou quase 1,5 mil quilômetros até montar sua barraca na Granja do Torto, onde ficam os motoqueiros. A paixão começou aos 15 anos e, desde então, não parou mais. 

“Aqui, reencontramos irmãos e fazemos novos amigos. Um ajuda o outro. É uma irmandade só”, destacou o fundador da Medievais Brasil, do Pará. Junto com ele, mais dois motoqueiros percorreram as estradas para chegar ao Motocapital. Pai de quatro filhos, ele disse que a mulher só não veio junto por choque de agenda, mas sempre o acompanha nos eventos. “Todo mundo lá em casa curte essa coisa de viajar, relaxar e ouvir música boa”.

Em uma estrutura de 150 mil metros quadrados, montada na Granja do Torto, estão acontecendo várias atrações, com shows, apresentações de Freestyle e luta livre. “Tudo isso é muito bacana. É realmente uma grande festa. Mas o que chama mesmo a atenção da gente é o cuidado que as pessoas têm com você”, salientou o motociclista Alberti Calafati, 31, conhecido no mundo dos motoclubes como Pastor. Um dos fundadores do grupo Escória MC, hoje com 30 membros, ele acrescentou que “na estrada, a gente faz amigos e acaba tendo um monte de histórias pra contar”.

Passeios
Ontem, desde as 16h, mais de 20 mil motocicletas, das mais de 80 mil presentes no evento, circularam pelas principais vias da Capital: Eixão, Esplanada dos Ministérios, Ponte JK e Setor de Clubes Norte. E a beleza das motos chamou a atenção. Na Granja, os olhares vibravam cada vez que o motor de algum dos modelos roncava.

E para quem pensa que motoclube é coisa de homem, lá estava Mary Moto, 32, para provar que não é bem assim. “Meu marido começou a participar dos encontros e com o passar do tempo eu também fui me envolvendo”, contou.

Mãe de dois filhos, de 11 e 14 anos, a paranaense, do grupo Mercenários do Asfalto, é dona de casa. O marido, Terremoto, como é chamado, estava dormindo em uma das barracas do encontro.  Eles viajaram dois dias para chegar à festa.

Hoje, além dos mais diversos modelos de motos, os expectadores do evento poderão ainda, às 16h, conferir a apresentação no Globo da Morte, um dos momentos mais emocionantes do encontro.

"Fábrica Social" inicia suas atividades hoje



Cerca de 1,2 mil pessoas serão capacitadas na primeira etapa do projeto
 
 
Cerca de 1,2 mil pessoas serão capacitadas a partir de hoje (29) quando começam as atividades da Fábrica Social, projeto que irá ensinar uma nova profissão a pessoas de baixa renda e produzir material esportivo para escolas e outras instituições públicas.

“Nestas primeiras semanas os alunos serão orientados sobre seus direitos e deveres e receberão informações detalhadas de como funcionarão as oficinas”, explicou o diretor da Fábrica Social, Marcos Roberto dos Santos.

Num primeiro momento os selecionados serão divididos em duas turmas, com início às 9h e 14h30 e, quando as oficinas de produção forem iniciadas, haverá três turnos de 6h cada.

AÇÃO SOCIAL – O projeto "Fábrica Social" é uma iniciativa para capacitação de pessoas de baixa renda participantes do "DF Sem Miséria", programa de transferência de renda promovido pelo GDF.

Os selecionados recebem auxílio-transporte, alimentação e bolsa mensal de até R$2 mil enquanto aprendem a operar equipamentos para confeccionar itens esportivos, como bolas, redes, jogos educativos e uniformes escolares.

O primeiro ciclo de capacitação durará dois anos, e a expectativa é que sejam fabricados mais de três milhões de produtos, que serão doados a escolas públicas, outros órgãos do GDF e entidades filantrópicas.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

GDF extinguirá todos os contratos emergenciais de vigilância



Edital do pregão eletrônico será publicado hoje no site Comprasnet do Governo Federal


 Pela primeira vez na história do Distrito Federal, o governo promoverá licitação pública para extinguir todos os contratos emergenciais na área de vigilância. O edital do pregão eletrônico será lançado hoje no site Comprasnet do Governo Federal.


“Essa é a terceira grande licitação corporativa realizada pela Secretaria de Planejamento, que visa regularizar os contratos de todos os órgãos do governo local”, afirmou o secretário de Planejamento e Orçamento, Luiz Paulo Barreto, sobre o pregão eletrônico que licitará 18 lotes, divididos em 75 órgãos do governo.

Ao todo, a licitação prevê a contratação de 12.844 vigilantes (6.422 postos) e 63 supervisores, sendo que os prestadores de serviços vão atender às administrações regionais, secretarias de estado e algumas fundações, autarquias e empresas públicas.

Desde 2012, a Secretaria de Planejamento e Orçamento (Seplan) adotou o modelo de licitações corporativas – licitações para muitos órgãos simultaneamente – com o intuito de maximizar as contratações e reduzir custos.

“Com esse novo método, já economizamos R$ 56 milhões para os cofres públicos e pretendemos ultrapassar a marca dos R$ 100 milhões”, destacou Luiz Paulo Barreto.

Uma das secretarias atendidas será a Secretaria de Segurança Pública, que utilizará o serviço de vigilância patrimonial nos postos de segurança comunitária e unidades administrativas da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros. Para a Polícia Militar, a previsão é que sejam contratados 884 vigilantes (442 postos).

Outro órgão participante da licitação corporativa será a Secretaria de Saúde, que solicitou 3.130 (1565 postos) vigilantes para atuarem em hospitais, clínicas da família e Unidades de Pronto Atendimento.

A Secretaria de Educação, por sua vez, contará com o auxílio de 3.442 vigilantes (1.721 postos) distribuídos por escolas, creches e coordenadorias regionais de ensino.

Em todos os casos, o governo extinguirá os atuais contratos emergenciais em vigor e trocará por contratos regulares.

CONCORRÊNCIA - A licitação pública será realizada na modalidade do Sistema de Registro de Preços, na qual as demandas de um ou mais órgãos são reunidas e é realizada concorrência pelo menor preço ou pregão.
 
Esse sistema vale para futuras contratações e, nesses casos, as empresas vencedoras assumem o compromisso de fornecer bens e serviços a preços e prazos registrados em uma ata.

Segundo a subsecretária de Licitações e Compras, Mariana Delgado, esse tipo de contratação centralizada permite a padronização dos serviços e dos custos.
 
O edital está disponível para consulta apenas para empresas cadastradas no sistema Comprasnet do Governo Federal.

“Por ser conhecido e utilizado por todo o país, o sistema permite uma maior divulgação do certame, o que tende a ampliar a participação das empresas", explicou a subsecretária, ao explicar que a consequência é a possibilidade da contratação mais vantajosa para a Administração Pública.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Criminalidade no Setor Comercial Sul diminui 9,2%

O número de ocorrências policiais registradas no Setor Comercial Sul caiu 9,2% nos meses de maio e junho deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado.


Ao todo, foram 313 crimes na área no bimestre deste ano, contra 345 casos em 2012. Os dados da Polícia Civil do DF foram divulgados ontem pela Secretaria de Segurança Pública.

 Os índices de crimes como furto e roubo a comércio, furto em veículos e estelionato apresentaram quedas e colaboraram para a redução total. Para a Polícia Militar, o declínio na criminalidade do local se deve ao reforço do policiamento ostensivo no setor. No mês passado, o efetivo de policiais na região subiu para 28 homens.

 Além disso, o Setor Comercial Sul conta, atualmente, com um posto policial comunitário, onde oito homens se revezam em dois turnos. Outros 20 agentes da PM estão alocados em uma Base de Comando Móvel, na quadra 6, em frente ao shopping Pátio Brasil.

De lá, os policiais saem em duplas para fazer rondas na área. Em contrapartida, delitos como furto e roubo de carros e a transeuntes registraram aumento na análise comparativa.

De acordo com o subcomandante do 1º Batalhão da PM na Asa Sul, Major Ítalo, para que a criminalidade no setor seja ainda mais reduzida, além de mais policiais é necessário que se faça um trabalho com os usuários de drogas do local. "O problema no Setor Comercial Sul não é só policial, mas também social, pois a maioria das ocorrências está ligada ao uso e tráfico de drogas", concluiu.

Hotéis aprovados pela Vigilância Sanitária receberão selo de qualidade


Certificado, que será concedido em agosto, faz parte do
Programa de Categorização para a Copa 2014


Começa em agosto a distribuição dos selos de qualidade dos hotéis aprovados pela fiscalização da Vigilância Sanitária do DF, ação que faz parte do Programa de Categorização de estabelecimentos para a Copa do Mundo de 2014, que aprova ou reprova o local.

"Os que receberem aprovação ganharão certificados para colocarem na entrada. Os não aprovados terão um prazo para se adequar às exigências", explicou o gerente de Alimentos da Vigilância Sanitária do DF, André Godoy.

Até agora, foram vistoriados 46 hotéis: 41 nos setores hoteleiros Sul e Norte e no Setor de Hotéis de Turismo Norte, dois no Gama e três em Taguatinga.

Entre os itens avaliados estão serviços de alimentação, lavanderia, treinamento de pessoal, higienização de quartos e de piscinas e qualidade da água.

O levantamento dos hotéis existentes no DF começou em 2011, e o programa começou a ser executado no início do ano passado.

A fiscalização é uma das ações definidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a Copa do Mundo de 2014 -Brasília é uma das 12 cidades-sede e receberá sete jogos no mundial do próximo ano.  

Agentes a cavalo reforçarão o policiamento do DF

60 cavaleiros atuarão em áreas acidentadas e de difícil acesso

 As Regiões Administrativas do Distrito Federal contarão a partir de hoje com reforço de 60 homens do Regimento da Polícia Montada (RPMon), da Polícia Militar, que participarão da Operação Centauro.

“O policiamento montado tem a característica de chegar a locais onde viaturas e motociclistas não conseguem acessar, outra vantagem é o aumento da ostensividade, pois os policiais são avistados de longe pela população reforçando a sensação de segurança nas cidades”, destaca o comandante do RPMon, tenente-coronel Leandro Schweitzer.

De acordo com a Polícia Militar, além de acessar com eficiência e precisão a lugares como becos, regiões acidentadas e áreas alagadas ou pantanosas, outra vantagem do policiamento montado é a posição privilegiada do policial que, sobre o cavalo, consegue enxergar até 360 graus ao seu redor.


A operação terá início às 17h de hoje, quando quatro carretas com os cavalos sairão da sede da unidade, no Riacho Fundo.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

DF pronto para ser Chicago


A expansão da agropecuária no Entorno dá condições à capital de se impor no cenário regional, como referência do agronegócio

No Entorno, est�£o 10 munic�­pios, entre 50, com maior PIB <span style=

 No Entorno, estão 10 municípios, entre 50, com maior PIB agropecuário do país, e Brasília detém a 16ª posição  

Ainda que dependente do setor público, o Distrito Federal tem potencial para se tornar um centro financeiro. É o que mostra levantamento da Companhia de Desenvolvimento do Distrito Federal (Codeplan), divulgado ontem. Para que o plano, anunciado diversas vezes pelo governo, seja colocado em prática, o órgão destaca as operações com commodities agrícolas e a previdência complementar fechada como as principais apostas para diversificar o setor produtivo da capital do país a médio prazo.

“A capital federal não capitaliza a produção agropecuária do Centro-Oeste, que tem o maior Produto Interno Bruto (PIB) do país. Por isso, além do investimento industrial, esse setor tem grande potencial para o desenvolvimento do DF”, explicou o presidente da Codeplan, Júlio Miragaya. Ele comparou Brasília a Chicago. “A cidade não é o principal centro financeiro dos Estados Unidos, mas é uma potência agrícola e, por isso, as operações com commodities do segmento são feitas lá, e não em Nova York. O mesmo poderia ocorrer aqui. Poderíamos reivindicar a administração dessas negociações, já que temos a maior parte da produção nos arredores”, comentou.

Dos 50 municípios com maior Produto Interno Bruto (PIB) Agropecuário do país, 10 estão no Entorno. Em dezembro do ano passado, as propriedades locais tinham 122.456 hectares (ha) plantados de grãos, 9.109ha de hortaliças e 1.421ha de frutas. “A criação de uma bolsa de valores para a negociação de commodities agrícolas aumentaria a oferta de empregos e elevaria a receita tributária”, justificou Miragaya. Apenas Brasília ocupa a 16ª posição do ranking de municípios com o maior PIB agrícola do país, com R$ 334 milhões.

Brasília sedia 12 dos principais fundos de previdência complementar fechada do país. “É um segmento com bastante expressão na capital e, por isso, com potencial de crescimento. Assim, todo o setor de intermediação financeira seria beneficiado”, afirmou Miragaya. “É viável que Brasília deixe de ser apenas um centro administrativo para, também, ter vocação financeira, ainda que secundária. Provavelmente, São Paulo ainda continuaria em primeiro lugar. Essas ações, entretanto, não ocorrem da noite para o dia e dependem de políticas públicas”, ponderou.

Ações práticas

O secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, Gutemberg Uchôa, frisou que um estudo de viabilidade econômica para a criação de um centro financeiro em Brasília é preparado e deverá ser concluído no primeiro trimestre do próximo ano. “Esse é o ponto de partida para que o projeto avance. Os dois setores apontados pela Codeplan têm, sim, potencial, adicionado a outros. Hoje, a vocação da capital federal é administrativa e pretendemos implementar novas aptidões financeiras. O Parque Tecnológico Capital Digital (PTCD) é o início disso”, destacou.

US$ 100 bilhões

O Brasil é líder na exportação mundial de alguns commodities agrícolas, como soja, açúcar e café. Em 2013, o país mandou para fora mais de US$ 100 bilhões em produtos do agronegócio — que representam mais de 40% no saldo da balança comercial nacional.

Pioneiros da Vila Planalto vão receber lotes de graça

Pioneiros da Vila Planalto que ali moram há 30, 40 e até mais de 50 anos, presenciariam, sábado, a assinatura do primeiro passo efetivo para a regularização de seus imóveis: a sanção da lei que dispõe sobre a alienação dos bens.

“Esse é um momento especial para toda Brasília e, principalmente, para mim, por ter a possibilidade de ajudar na realização do sonho de tanta gente que contribuiu para a construção da capital do Brasil. Com essa lei, estamos realizando justiça social”, disse Agnelo Queiroz durante a concorrida solenidade que contou, além da comunidade, com a presença de deputados federais e distritais, secretários e outras figuras de primeiro, segundo e terceiro escalões do Governo do DF (GDF).

O comerciante Geraldo Resende de Carvalho, de 80 anos, fez questão de ir ao evento. “Espero há tanto tempo que quase não acredito. Já ouvimos muitas promessas aqui”, disse. Tal qual São Tomé, queria ver para crer. Afinal, lá se vão 56 anos desde que ele botou os pés pela primeira vez num descampado onde futuramente seria formada a vila. Vindo de Minas Gerais, foi praticamente o primeiro morador da Vila Planalto. Ali construiu sua vida. “Vendia o almoço para comprar a janta”, brinca. É com orgulho que exibe na frente do seu comércio os dizeres: Armazém do Geraldo, desde 1957. É a casa comercial mais tradicional da Vila Planalto.

OUTRA OCUPAÇÃO ILEGAL

Ruelas de terra batida, muitas delas sem saída. Casebres de madeirite rodeados de cerca viva dividem espaço com mansões monitoradas por circuito interno de TV e piscinas. A disparidade entre a vizinhança não para por aí. A menos de 500 metros está o Palácio do Jaburu, a residência oficial do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB). Além disso, dois quilômetros e meio separam o núcleo habitacional do Palácio da Alvorada, onde vive a presidente Dilma Rousseff .

A ironia é tanta que os invasores pegaram emprestado o nome do vizinho ilustre: a área é batizada de Setor de Chácaras Recanto do Jaburu, referência à casa da segunda mais importante autoridade do país. Encravadas em umas das áreas mais nobres do Distrito Federal, as 67 unidades são atendidas pelos Correios e abastecidas com água e energia elétrica.

Pela lei, nada disso deveria existir. O parcelamento que teve início em meados de 2002 e explodiu em 2007 fica ao lado da Vila Planalto e dentro da área de tutela de tombamento do bairro. Conforme Decreto nº 11.079 de 1988, é obrigação do Governo do Distrito Federal (GDF) preservar e evitar qualquer tipo de edificação ilegal no perímetro.

Sobradinho em luto pelos fiéis da Assembleia de Deus

Os corpos de 10 das 11 vítimas do acidente de ônibus, que saiu de Sobradinho e levava fiéis da Assembleia de Deus para Setubinha (MG), chegaram ao Ginásio Poliesportivo da cidade por volta das 20h50 deste domingo.



Sobradinho em luto pelos fiéis da Assembleia de Deus Viagem era de solidariedade

As vítimas foram transportadas por um comboio formado por três veículos de funerárias, disponibilizado pela seguradora da empresa responsável pela viagem. No ginásio, a comoção de familiares e amigos é grande. Segundo a Polícia Militar, hávia cerca de 600 pessoas no local. Ao chegarem, os caixões, que estão fechados e são identificados por fotos, foram aplaudidos pelos presentes.

Estavam sendo velados os corpos de Gunnar Fagundes Alencar Teodoro, 18 anos; Denilson Alves dos Santos Silva, 35; Edinalva Maia Araújo, 40; Valmira Félix de Araújo Dias, 42; Evanice de Oliveira Costa, 41; Jacira Clara de Souza, 68; Maria Rodrigues de Brito (sem idade divulgada); Marinalva Vicente da Silva Oliveira, 50; Vandelina de Jesus Souza Monteiro, 36; e Simone Lima da Silva, 21. O velório ocorreu durante a madrugada até a manhã desta segunda-feira. A previsão é de que o enterro seja feito hoje a tarde.

Por volta de 23h20, os corpos de Valmira Félix de Araújo Dias, 42 anos, e Evanice de Oliveira Costa, 41, foram levados para Planaltina de Goiás, onde os familiares também organizaram um velório.

Apenas o corpo de Francisca Nunes dos Santos, 32 anos, que morreu neste domingo, ainda está em Governador Valadares (MG) e tem previsão de chegar às 6h desta segunda-feira. Francisca era esposa de Denilson, que também morreu no acidente. Eles deixaram três filhos.

Hoje, a partir das 9h, haverá um culto religioso no ginásio em memória das vítimas. Algumas famílias também pretendem adiantar o sepultamento.

GOVERNADOR LAMENTA

O Governador Agnelo Queiroz divulgou uma nota de pesar lamentando o grave acidente ocorrido na noite desta sexta-feira próximo à cidade de Governador Valadares, em Minas Gerais. Dez fieis da igreja Assembleia de Deus morreram na tragédia.

BRASÍLIA ( 13/7/13) - Lamento profundamente a tragédia que se abateu sobre as famílias das vítimas do trágico acidente ocorrido na madrugada desta sexta-feira (12), no distrito de Goiabal, na cidade de Governador Valadares (MG), com ônibus que levava integrantes da Assembleia de Deus, da cidade de Sobradinho, no DF.

Compartilho a dor das famílias que perderam seus irmãos da Assembleia de Deus, que viajavam em prol da nobre causa de orar e levar mantimentos e doações para uma das comunidades mais carentes do país. Lamento a trágica interrupção de tão elevado objetivo e a perda de vidas tão dedicadas a ajudar o próximo e tão empenhadas no caminho correto e justo da solidariedade cristã.

Certo de que o Criador tem uma missão ainda mais especial para esses irmãos que agora estão junto a Ele, coloco-me à disposição, como cristão e como governador, no que for possível fazer para atenuar a dor de perdas tão grandes e trágicas.

Governador Agnelo Queiroz

Novos ônibus chegam ao Recanto das Emas


Governador Agnelo Queiroz fez viagem inaugural na manhã deste sábado para testar os novos veículos


Os novos ônibus do DF chegaram hoje ao Recanto das Emas e o governador Agnelo Queiroz fez a segunda viagem inaugural dos veículos da empresa Expresso São José, entre a cidade e Taguatinga.
 
"Foi uma bela viagem e mostra o início da mudança do transporte público. Os novos ônibus têm menos ruído, tecnologia moderna e que atende plenamente ao cidadão com conforto e segurança", afirmou o governador ao desembarcar de um dos 66 novos veículos, acompanhado do vice-governador, Tadeu Filippelli.
 
Os novos carros rodarão em 25 linhas, que interligam as regiões de Ceilândia, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Taguatinga e Vicente Pires, - todas eram operacionalizadas pela própria empresa, que passará a participar da integração com o metrô e com os novos coletivos.
 
A renovação da frota começou a ser implementada no dia 28 de junho, quando a Estrutural recebeu 50 carros que operarão em 12 linhas.
 
Os moradores do Recanto das Emas foram beneficiados pelos primeiros veículos entregues porque, apesar da cidade pertencer à Bacia 3 – onde a empresa HP-ITA irá operar –,as linhas são "compartilhadas", conforme está previsto no edital que determinou as regras para a renovação da frota.
 
A Expresso São José, que é a primeira das empresas a entregar os veículos para renovação da frota, colocará nas ruas 576 ônibus.
 
CONFORTO- Os veículos da empresa são da cor dourada, semelhante à tonalidade que o grupo usa hoje, e são equipados com bancos estofados, motores menos poluentes, câmeras de segurança e telas planas.
 
Os carros também têm rampas e elevadores para facilitar o acesso de pessoas em cadeiras de rodas ou com dificuldades de locomoção, que terão lugares especiais em assentos e espaços adaptados às suas necessidades.
 
Outras inovações são sistema de som, GPS, além de computador de bordo que auxilia o condutor a dirigir de forma mais segura e confortável para os passageiros.
 
"Assumimos o governo com a certeza de que tínhamos o pior transporte público do país, mas agora tenho convicção de que temos o melhor em funcionamento. Estamos vivendo uma nova era", completou o vice-governador Tadeu Filippelli.
 
RENOVAÇÃO- Ainda este mês chegarão os ônibus da bacia 2, de cor amarela, da Viação Pioneira, que colocará 640 novos veículos em circulação no Gama, Santa Maria, Itapoã, Paranoá, Jardim Botânico, Lago Sul, Candangolândia, Park Way e São Sebastião.
 
Até outubro, outras duas empresas passarão a operar: HP-ITA e Marechal, nas bacias 3 e 4, respectivamente.
 
A Piracicabana (que vai atuar na Bacia 1) colocará, até dezembro, os novos ônibus em circulação, o que representará uma renovação quase total da frota.
 
O investimento no novo Sistema de Transporte Público Coletivo movimentará R$ 1,7 bilhão nos primeiros 10 anos de operação.
 
Veja as linhas que ganharão novos ônibus neste sábado (13):
0.038 Riacho Fundo I/Taguacenter
0.381 Riacho Fundo I/Taguacenter
0.812 P Sul/P Norte
812.1 P Norte (Via Leste)
812.2 Riacho Fundo II/P Norte (Via Leste)
0.805 Recanto das Emas / Taguacenter (Buritinga - Feira dos Goianos)
805.1 Recanto das Emas / Taguacenter ( Pistão Sul-Comercial)
805.2 Circular Recanto das Emas / Taguatinga Centro
805.3 Recanto das Emas / Taguacenter (Comercial / SAMDU Sul - Norte)
805.4 Circular Recanto das Emas / Taguacenter (Pistão Sul)
805.8 Recanto das Emas / Taguatinga Centro (Via Boca das Mata)
805.9 Taguacenter/Boca da Mata
0.872 Recanto das Emas (Q 800) - R. Fundo Ii / Taguacenter (Feira Dos Goianos)
872.1 Riacho Fundo II (Qs 18) / Taguacenter (Feira Dos Goianos)
872.2 Recanto das Emas (Q 800) - Riacho Fundo II (Qs 18)/ Taguatinga Centro
872.3 Recanto das Emas (Q 800) - Riacho Fundo II / Taguacenter
872.4 Riacho Fundo II (Qs 18) / Taguatinga (Pistão Sul)
872.5 Taguacenter/300/500
872.8 Recanto das Emas (Qd. 800) / Taguatinga Centro (Via Boca Da Mata)
872.9 Recanto das Emas (Qd. 800) / Taguacenter (Via Boca Da Mata)
0.953 Vicente Pires / W3 Sul-Norte
0.962 Vicente Pires / SIG (Rodoviária - Esplanada - EPTG)
0.946 Recanto das Emas (Riacho Fundo II) / P Norte (Via Leste-QNR 05)
953.2 Rodoviária do Plano Piloto / Vicente Pires
0.960 Recanto das Emas / Vicente Pires (Pistão Norte-Sul)

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Suspenso pregão para contratação de pardais

Na Sessão realizada terça feira, dia 9, o TCDF determinou a suspensão da abertura do Pregão Eletrônico nº 67/12 do Detran-DF, prevista para ontem.

A licitação tem por objeto a contratação de serviços de monitoramento e gestão de informações de tráfego e fiscalização eletrônica nas ruas urbanas do Distrito Federal – registrador eletrônico de infrações de trânsito – REIT II (conhecido como “Pardal”).

O Tribunal deu provimento parcial à representação da empresa Eliseu Kopp & Cia. Ltda., que contestava as exigências fixadas pelo Detran-DF para aceitação de amostras, alegando encarecer o custo de participação na licitação e desestimular a presença de potenciais licitantes no certame.

O corpo técnico do Tribunal constatou a ausência de justificativas por parte do órgão jurisdicionado para tais exigências, bem como a indicação incompleta dos critérios de julgamento das funcionalidades a serem avaliadas nos testes de campo.

Por esse motivo, o Tribunal determinou ao Detran-DF a adoção das seguintes medidas corretivas: inclua critérios objetivos de avaliação das amostras, com descrição de todos os procedimentos, roteiros e testes de avaliação; estabeleça a composição da equipe responsável pela avaliação das amostras; e possibilite à empresa classificada em primeiro lugar, às suas custas, que proceda à instalação e realização dos testes das amostras em qualquer unidade da federação de sua escolha, ou que sejam realizados os testes de campo em equipamento já instalado pela interessada e em funcionamento (no DF ou outra localidade).

Após atendimento de todas as determinações feitas pelo Tribunal, caberá ao Detran/DF, antes da sessão de abertura das propostas (a ser remarcada), dar ampla divulgação às alterações realizadas no edital, a teor dos princípios da publicidade e da isonomia entre os licitantes.

Ampliadas as fontes de doação de medula

A coleta de sangue de cordão umbilical e placenta, utilizado para o transplante de medula óssea, foi ampliada na rede pública de saúde do DF, e ocorre também no Hospital Regional de Ceilândia (HRC), além da maternidade do Hospital Materno-Infantil de Brasília (HMIB).

"Essas células (de sangue) têm sido utilizadas como fonte alternativa de transplante de medula óssea nos pacientes que necessitam de transplante e que não possuem doadores compatíveis", explicou a médica da Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), Margarida Carneiro.

O FHB realiza a coleta de sangue de cordão umbilical e placenta para transplante de células tronco, responsáveis pela formação das células sanguíneas.

No HMIB o procedimento é feito desde maio do ano passado, e no HRC, foi implantado há duas semanas.

Segundo Margarida Carneiro, a coleta é realizada nos dois hospitais por enfermeiros do Banco de Cordão da Fundação Hemocentro de Brasília, treinados e capacitados pelo Instituto Nacional do Câncer.

DOAÇÃO -

A doação do cordão umbilical do recém-nascido é voluntária e, quando autorizada pela mãe do bebê, é feita após o nascimento, no momento em que ela é separada da criança.

Para ser doadora, a gestante tem que cumprir alguns requisitos: estar em boas condições de saúde, ter idade mínima de 18 anos, idade gestacional a partir de 35 semanas no momento do parto, ter feito no mínimo duas consultas de pré-natal documentadas, e não possuir doenças como o câncer ou anemia.

O sangue coletado é enviado para o Hemocentro para ser separado e congelado e poderá ser utilizado em pacientes de toda a rede de saúde incluídos no programa de transplante de medula óssea.

CEB inaugurará subestação em Águas Claras

A medida é uma das principais demandas dos moradores da cidade e teve investimentos de R$4,9 milhões


A Companhia Energética de Brasília (CEB) inaugurará na próxima sexta-feira (12), às 15h, a subestação ampliada em Águas Claras, que garante à região administrativa um fornecimento de energia mais resistente a desligamentos.
 
"Com a instalação do terceiro transformador, Águas Claras fica menos propensa a falta de energia já que, caso um deles venha a sofrer desligamento, os outros dois suportam a demanda", afirmou o diretor de Engenharia da CEB, Mauro Martinelli.
 
Com investimento de R$4,9 milhões do GDF, foram realizadas melhorias na subestação – que passou a ter 15 circuitos – como a instalação de um terceiro transformador (32MVA) e substituição de vários componentes por outros mais modernos e eficientes.
 
A medida é uma das principais demandas dos moradores, segundo a Administração Regional de Águas Claras.
 
MELHORIAS- A sobrecarga que há sobre alguns circuitos é um dos fatores que ocasionam os desligamentos em Águas Claras, e agora, com a ampliação do sistema, caso um dos alimentadores sofra algum problema, menos unidades consumidoras serão atingidas.
 
Além disso, haverá mais possibilidade de remanejamento temporário dos alimentadores de energia, o que diminuirá o tempo de desligamento.

SERVIÇO:
Local: Av. Sibipiruna, ao lado da Sede da CEB
Data: 12/7/13
Horário: 15h


quarta-feira, 10 de julho de 2013

Caem os índices de criminalidade na cidade


Caem os índices de criminalidade na cidade Messias se reuniu com o setor de segurança

No encontro participaram representantes da Polícia Civil (PCDF), servidores da Polícia Militar (PMDF), o delegado Ângelo Roncalli Figueiredo Diniz, (1ª DP), o delegado Waldek Factinelli Cavalcante, (2º DP), Comandantes do Corpo de Bombeiros (CBMDF) e Agentes do Departamento de Trânsito (DETRAN-DF), além, de representantes da comunidade e especialistas.

O programa, desenvolvido pela Administração Regional de Brasília com o intuito de combater o aumento de crimes violentos, crimes contra a vida, cometidos nas quatro áreas, que compreendem as 31 regiões administrativas- Leste, Oeste, Sul e Metropolitana resultou em novos indicadores de baixa na criminalidade.

Durante a exposição dos novos índices, obtidos desde junho de 2013, foi constatada uma redução considerável do número de homicídios, lesão corporal, tráfico de drogas, lesão corporal em acidentes de trânsito, roubos em comércios, residências, postos de gasolina e furtos de veículos.

Uma das medidas de combate à violência realizada durante as manifestações na marcha contra a corrupção, realizada nos ministérios, esplanada e câmara Legislativa foi a coleta de barras de ferro e armas brancas pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF).

O agente do Detran, luiz Carlos Souto Junior, explicou que, mesmo com a realização de festas juninas, que costuma trazer um maior fluxo de carros para as ruas, em anos anteriores, o número de registros de ocorrências foi maior.

O administrador, Messias de Souza, ficou satisfeito com os novos resultados e disse que, até o final do ano espera que com a intensificação ostensiva da ação integrada entre a Administração, a Secretaria de Segurança Pública, e a atuação das forças policiais, a questão do caos no trânsito possa ser resolvida. Uma das medidas que poderá ser adotada é a rotatividade de veículos obrigatória.

Conselho ouve propostas do Movimento Passe Livre

Representantes do Movimento Passe Livre (MPL) se reunirão hoje, às 9h, com o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Distrito Federal (CDES-DF) para apresentar experiências de outros Estados e países que utilizam a tarifa zero no transporte público.

O secretário de Transporte, José Walter Vazquez, participará do encontro para explicar as atuais mudanças no sistema, que inclui a renovação de quase 100% da frota de ônibus e a integração entre coletivos e Metrô.

A reunião é parte de uma agenda de debates acertada entre o GDF e o MPL, que envolverá, ainda, a realização de um seminário aberto ao público em agosto.

FORTALECIMENTO -

O conselho, lançado em abril deste ano pelo governador Agnelo Queiroz, tem a participação de dez representantes do governo e dez da sociedade civil, e tem o objetivo de fortalecer a gestão democrática do governo.

Saúde, transporte, educação, desenvolvimento econômico e combate às desigualdades sociais, além do desenvolvimento da região metropolitana estão entre os temas na pauta de debates do grupo.

Nova cirurgia cardíaca disponível na rede

Pacientes do Distrito Federal que sofrem de fibrilação atrial- um dos tipos mais comuns de arritmia cardíaca- contam, a partir de agora, com uma técnica cirúrgica menos invasiva e mais eficiente para tratamento da doença, graças a convênio firmado pela Secretaria de Saúde com uma empresa privada.

"Com esse contrato, estamos acrescentando mais um serviço de alta complexidade à rede pública do DF, o que vai beneficiar muitas pessoas", ressaltou hoje o secretário de Saúde, Rafael Barbosa, ao anunciar o início da oferta da chamada ablação cirúrgica na rede pública.

A técnica -com taxa de cura que pode chegar a 82%- utiliza cateteres para cauterizar os focos da arritmia no paciente, o que dispensa a abertura do tórax e possibilita uma recuperação mais rápida, com previsão de alta em até 48 horas.

Segundo a coordenadora de Cardiologia da SES, Edna Marques, cerca de 600 pacientes fazem tratamento para fibrilação atrial no Hospital de Base, e, atualmente, 98 deles têm indicação cirúrgica.

A fibrilação atrial é uma frequência cardíaca irregular e frequentemente muito rápida, que pode causar sintomas como palpitações, fadiga e falta de ar.

É importante tratar a fibrilação atrial, pois ela pode causar AVC ou insuficiência cardíaca e baixar a qualidade de vida dos pacientes, uma doença que pode ser tratada com medicação, cardioversão (um tipo especial de choque elétrico) e com a ablação.

O risco de uma pessoa apresentar fibrilação atrial aumenta com a idade, e, segundo especialistas, após os 50 anos, quatro em cada seis pessoas podem ter esse tipo de arritmia.

Mais emfermeiros

A rede pública de saúde do Distrito Federal recebeu ontem mais 242 enfermeiros que atuarão, principalmente, nas emergências e UTIs, e, com essas novas nomeações, chega a quase 13 mil o número de novos servidores no sistema desde o ínicio desta gestão.

"Essa é uma vitória do povo do DF, e esses novos funcionários ajudarão a recuperar a nossa saúde e darão novo ânimo à área", destacou o governador Agnelo Queiroz.

Durante a solenidade, foi anunciado que os profissionais poderão fazer 40 horas semanais.

"A carga horária será ampliada, e o enfermeiro poderá dobrar a jornada dependendo da necessidade do nosso sistema", explicou o chefe do Executivo regional.

Os investimentos na saúde desde o início deste governo chegam a R$5,8 bilhões com a compra de novos equipamentos, construção de novas unidades e reestruturação de todo o sistema.

"Não adianta investir apenas no físico se não tivermos profissionais suficientes para prestar um atendimento de qualidade e cada vez mais humanizado para a população que mais precisa", complementou Agnelo Queiroz.

O secretário de Administração Pública, Wilmar Lacerda, ressaltou que a atual gestão reduziu o número de cargos comissionados e, por isso, teve condições de convocar mais de 23 mil servidores -13 mil deles para a saúde.

"Nem mesmo o governo federal fez tantas nomeações em uma área. Sabemos das dificuldades para aprimorar o atendimento nas unidades de saúde, mas estamos nos esforçando", argumentou Lacerda.

Neste período em que a população tem saído às ruas para reivindicar melhorias em diversas áreas, o secretário de Saúde, Rafael Barbosa, ressaltou o empenho do GDF em aprimorar a prestação de serviços.

"Abrimos as portas das nossas unidades de saúde para boa parte desses manifestantes, e eles viram o empenho do governo em atender às principais demanda", destacou Barbosa, ao lembrar que algumas delas foram atendidas pelo GDF.

Michele do Rosário da Silva, uma das enfermeiras que tomou posse hoje, agradeceu o trabalho do governador para nomear os profissionais.

"Depois de anos de dedicação aos estudos, temos agora a missão de fazer uma enfermagem que queremos para nós e para os nossos", declarou.

Ainda neste mês, haverá novas nomeações de servidores para a saúde.

Judoca de Ceilândia leva medalha de ouro na Rússia

Ketleyn Quadros subiu ao pódio hoje e declarou que está na torcida pela realização da Universíade em Brasília



 Medalhista olímpica e moradora de Ceilândia, a judoca Ketleyn Quadros, 25 anos, ganhou hoje a medalha de ouro na categoria 57 kg da Universíada, em Kazan, na Rússia.

"Apesar de ser um evento universitário, tem muito nome, além do alto nível, pois os adversários que encontramos são os mesmos das olimpíadas", revelou a atleta, que foi bronze em Pequim em 2008.

A judoca ceilandense conquistou o primeiro lugar ao vencer, na final, a lutadora ucraniana Sushana Hevondian. Antes, ela derrotou atletas da Coréia do Sul, Suíça e Polônia.

A Universíade é o segundo maior evento poliesportivo do mundo e reúne mais de 13 mil atletas, de 17 a 28 anos, de mais de 166 países, a cada dois anos. O torneio, que tem 27 modalidades, vai até o próximo dia 17 de julho.

De acordo com a Federação Internacional do Desporto Universitário (Fisu), 70% dos competidores da Universíade já participaram ou estão se preparando para participar das Olimpíadas.

Esta é a segunda medalha de ouro do Brasil na competição. Outra judoca, Rochele Nunes, de Porto Alegre, também ficou com a primeira posição no esporte, só que na categoria 78kg.

O Brasil ocupa a atual 11ª posição dos jogos em Kazan, com duas medalhas de ouro e uma de bronze.

TORCIDA – A judoca ceilandense declarou estar na torcida pela escolha de Brasília como sede da competição universitária em 2019.

"Estou torcendo muito. Brasília está precisando de eventos desse porte, pois abrem as portas para investimentos em atletas e treinadores", afirmou a estudante do 5º semestre de educação física, que já não mora em Brasília há sete anos.

Ketleyn ainda destacou que a capital federal possui um bom celeiro de judocas e professores, mas faltam espaços adequados para os treinos.

"Espero que minha cidade ganhe justamente para que sejam criados locais de treinamento. Vou fazer de tudo para ajudar", completou.

CANDIDATURA- Brasília é candidata a sediar a Universíade de 2019 junto a Baku, capital do Azerbaijão, e Budapeste, capital da Hungria, e o resultado deve ser anunciado em novembro deste ano.

A decisão de lançar Brasília como candidata foi tomada entre o governador do DF, Agnelo Queiroz, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), Luciano Cabral.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Acidentes com escorpião crescem 224% em 10 anos

O número de acidentes com escorpiões no Distrito Federal aumentou 224% nos últimos 10 anos. Em 2002, foram 130 casos.

No ano passado, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, contou 421 ocorrências. A tendência deverá se manter em 2013. Nos primeiros seis meses deste ano, 204 pessoas foram atacadas pelo animal peçonhento.

A procura pela prevenção também cresceu, principalmente após a morte de um menino de 17 meses vítima da picada em uma creche no Guará. Um comportamento mais precavido, porém, é recente.

Quatro empresas de dedetização informaram ter dobrado a quantidade de atendimentos no último ano. O serviço custa em média R$ 200, mas o Manual de Controles de Escorpiões do Ministério da Saúde e a Vigilância Epidemiológica não recomendam esse procedimento para eliminar o animal.

De acordo com o biólogo da Diretoria de Vigilância Ambiental do DF (Dival), Israel Martins, os venenos pulverizados não funcionam pelo comportamento do animal. “Os escorpiões ficam muito tempo imóveis, sem comer, sem respirar e escondidos em locais de difícil acesso. O odor só o irrita. Assim, ele vai para a superfície, e os acidentes acontecem”, afirmou.

Preços de lotes devem dobrar na Vila Planalto

As casas de madeira erguidas no meio do cerrado para abrigar temporariamente os construtores de Brasília praticamente desapareceram.

No lugar, surgiram mansões de arquitetura moderna, sobradinhos, comércios e casas simples de alvenaria coladas umas nas outras, que disputam cada centímetro de chão. Pouco mais de 50 anos após as primeiras construções, a Vila Planalto em nada lembra o acampamento dos idos de 1960, de onde os trabalhadores, entre eles pedreiros e engenheiros, se recusaram a sair quando entregaram os primeiros prédios da capital.

As imagens de satélite, feitas pelo sistema de georreferenciamento da Terracap, em 1965, 1977 e de 2013, escancaram a voracidade com que a Vila Planalto foi ocupada. A localização privilegiada — entre a Praça dos Três Poderes e os palácios da Alvorada e do Jaburu —, saltou aos olhos das classes média e alta. E boa parte dos pioneiros acabaram expulsos pela especulação imobiliária, que, de acordo com especialistas, volta a rondar a área com a iminente regularização fundiária.

Atualmente, morar na Vila Planalto é para poucos. Quem pretende alugar uma quitinete, por exemplo, pode ter que desembolsar R$ 1,8 mil. Pelo mesmo valor, o inquilino consegue um apartamento de dois quartos no Sudoeste Econômico. O metro quadrado de um lote na região custa entre R$ 1 mil e R$ 2 mil. Cada lote de 300 metros pode ser adquirido por valores que variam de R$ 300 mil a R$ 600 mil, isso sem escritura. Com a regularização, esse preço tende a dobrar, segundo especialistas do mercado habitacional. O atual morador que adquirir o título de propriedade terá em mãos, portanto, um negócio de ouro.

Preso grileiro que comercializava áreas em Taguatinga

Segundo as investigações, o suspeito teria vendido mais de 100 lotes de 400 m² em local de preservação ambiental; lucro ultrapassa os R$4 milhões


Um falso corretor foi preso depois de ser flagrado por agentes da Secretaria da Ordem Pública (Seops) durante a negociação de lotes da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) localizados no Assentamento 26 de Setembro, em Taguatinga.

"Identificamos o corretor durante uma ação de rotina da secretaria no condomínio, que já era monitorado junto com a Delegacia Especializada do Meio Ambiente para coibir a ação de grileiros", explicou o secretário da Seops, José Grijalma Farias.

A área tem 5 mil hectares, e, segundo Farias, o suspeito pode ter lucrado R$4,6 milhões com a venda de 101 frações, de 400 m² cada.

"Já havia ruas abertas, e os lotes estavam marcados com piquetes, o que acabava ludibriando as pessoas. A área fica próximo à Floresta Nacional de Brasília e não pode ser habitada, por isso não será regularizada", complementou o secretario da Seops.

Essa foi quarta prisão do ano pelo crime de grilagem de terras no assentamento e a 28ª efetuada pelo Comitê de Combate ao Uso Irregular do Solo.

"É difícil prendermos esses criminosos em flagrante porque não conseguimos provar que eles estavam vendendo os lotes de forma irregular. Desta vez, o corretor estava com mapas, notas promissórias e carimbos, o que configura grilagem", destacou José Grijalma Farias.

O suspeito, levado à Delegacia do Meio Ambiente, será autuado pelo crime de parcelamento irregular do solo e, se condenado, poderá ficar até cinco anos preso além de pagar multa entre 10 e 100 salários mínimos.

As pessoas que compraram os lotes também serão chamadas para prestar depoimento.

"Ainda existe na população a cultura de que uma vez invadindo, a área será regularizada. Mas esta não é a política deste governo, que pretende combater com rigor a invasão de terras", enfatizou o secretário.

Antes de comprar um lote, Farias aconselha que o cidadão procure órgãos do poder público como a Terracap, administrações regionais e Agência de Fiscalização (Agefis) para verificar a situação da área.



segunda-feira, 8 de julho de 2013

Mais de 7 mil jovens brasilienses se preparam para ver o papa no RJ

 A Jornada Mundial da Juventude 2013 deve reunir 2,5 milhões de pessoas no Rio de Janeiro no fim deste mês. Representantes de 50 paróquias do DF vão marcar presença



Comunidade Shalom: grupo de jovens de várias paróquias do DF e outros com interesse em participar da Jornada Mundial da Juventude se unem para a viagem ao Rio de Janeiro  (Viola Junior/Esp. CB/D.A Press)
Comunidade Shalom: grupo de jovens de várias paróquias do DF e outros com interesse em participar da Jornada Mundial da Juventude se unem para a viagem ao Rio de Janeiro

Para vários rapazes e moças do Distrito Federal, julho não será lembrado pela viagem à praia, pela primeira experiência no exterior ou pelas festas nas casa de amigos durante as férias. A ocasião vai ficar marcada por um encontro com o papa Francisco, durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2013 — a maior reunião de jovens católicos do mundo. O evento ocorre pela primeira vez no Brasil, este ano, na cidade do Rio de Janeiro, e promete reunir, de 23 a 28 deste mês, cerca de 2,5 milhões de brasileiros e estrangeiros. Durante a programação, o primeiro papa latino-americano a ocupar o cargo mais alto da Igreja deve se pronunciar sobre as manifestações ocorridas nas últimas semanas em Brasília em outras cidades do país.

Até o momento, os jovens do DF já somam 7,8 mil participantes na jornada. E eles fazem parte de um universo ainda maior. Aproximadamente 314 mil peregrinos já se cadastraram para o evento. Desse total, 50% são do Brasil, 30% são de países latinos e, os outros 20% restantes são de outras nações. As informações são da assessoria de imprensa da JMJ. A Arquidiocese de Brasília, por sua vez, calcula que esse montante esteja dividido em 72 grupos de 50 paróquias no Distrito Federal — dentro de um universo das 131 existentes.

A Comunidade Shalom de Brasília, por exemplo, começou reunindo poucas pessoas para viajar até o Rio. “Éramos apenas 10 pessoas e, agora, somos 1.109. Temos envolvidos de várias paróquias e também pessoas que não fazem parte de nenhuma. O que nos une é esse desejo de vivenciar uma experiência única com o representante de Cristo, o papa”, esclareceu o coordenador da comitiva batizada de Shalom na JMJ, Ivo Pessoa de Souza.

Nova manifestação na Esplanada interdita vias no sentido Congresso

 Segunda a Polícia Militar, não há registro de engarrafamento no local


Cerca de 400 pessoas fazem uma manifestação na Esplanada dos Ministérios, na manhã desta segunda-feira (8/7).

Os manifestantes são funcionários da empresa TelexFree e fecharam duas vias da S1. O protesto vai seguir para o Congresso nacional.

A Polícia Militar informou que nove viaturas estão no local para fazer a segurança dos manifestantes e não há engarrafamento no local. 

Casamento coletivo à beira do Paranoá

Cem casais disseram “sim” à beira do Lago Paranoá. Ali, se reuniram companheiros que estavam juntos há muito tempo, mas ainda não haviam tido a chance de subir ao altar e selar a união. E o melhor: tudo de graça.

A cozinheira Maria Aparecida Pereira, 46 anos, e o tapeceiro Iran Macena, 33 anos, se conheceram há 15 anos em um forró. O tapeceiro não era bom de dança, conforme as palavras de Maria. “Mas ele me conquistou com a pureza do amor. Não dá nem para explicar”, sorriu a cozinheira. Maria contou que se não fosse por essa oportunidade, o sonho do casamento não seria possível.

A história de amor do frentista Valdiney Arruda, 31 anos, e da vendedora Sandra da Silva, 27, começou de forma inusitada. Na véspera de um jogo entre Flamengo e Vasco, o frentista apostou com um amigo: se o Flamengo perdesse, ele conquistaria o coração da vendedora. O time rubro-negro perdeu e ele tratou de cumprir com a palavra.

“Eu fui só na lábia. Ela fez um jeitinho que não queria, mas deu tudo certo”, contou. O galanteio rendeu bem mais do que um beijo e os dois começaram a viver juntos. Com o filho Cauã, 7 anos, e Sandra grávida de quatro meses de Enzo, ontem o casal trocou alianças.

Convivência

Também formalizaram a união a diarista Saray Rodrigues Marques, 35 anos, e o vigilante Cesivaldo da Silva, 35 anos. “Nós já vivíamos juntos há sete anos. Isso nos deu uma experiência muito importante sobre o relacionamento. E a convivência nos ensina que o casamento não são apenas flores, existem espinhos também e preciso superá-los”, disse Saray.

A emoção também foi sentida pelo público da cerimônia. Familiares e amigos disputavam os melhores lugares para observar o evento. Um dos pontos altos da cerimônia foi bem no começo, quando músico em um bote do Corpo de Bombeiros veio do lago para o casamento coletivo tocando Bolero de Ravel.

Encontro após programa de rádio

“Hoje é um dia chique no último”, brincou Angela Maria da Silva. A cadeirante, de 46 anos, teceu o próprio vestido de casamento. E ontem, ela escreveu mais um capítulo de sua vida de conquistas ao se casar com Junei Fernandes dos Santos, 28 anos, trabalhador de serviços gerais.

O casal se conheceu de maneira pouco convencional. “Foi por meio de um programa de rádio. Entre 140 homens que me ligaram, ele foi o escolhido. Ele é meu parceiro, meu amigo, meu cúmplice”, declarou Angela, que trabalha como conselheira de saúde.

Preparação

A noiva, de sorriso fácil, contou que teve conhecimento do projeto pelas redes sociais. “Foram dois meses de preparação e quatro reuniões. Tudo funcionou muito bem”, relembrou. Além da nova fase no casamento, Angela pretende daqui para frente se dedicar a ações sociais.

Segundo Angela, ajudar outras pessoas não é uma obrigação, mas um prazer. “As pessoas têm tantas coisas que não utilizam mais em casa. Quero montar um projeto para doações destes objetos para as pessoas mais necessitadas. Eles podem ser de muita serventia para alguém”.

domingo, 7 de julho de 2013

Polícia Federal encontra 2 toneladas de maconha em fundo falso de carreta

 A droga foi interceptada em uma entrada de terra entre Sobradinho II e Brazlândia


Uma carreta que transportava uma grande quantidade de maconha foi interceptada na manhã deste domingo (7) em uma estrada de terra entre Sobradinho II e Brazlândia. Três pessoas que estavam no veículo, com placa do Paraná, conseguiram fugir e ainda permanecem foragidos. Três equipes de policiais estão atrás dos criminosos.

O veículo foi encaminhado à tarde para o 15º Grupamento de Bombeiros da Asa Sul, onde cães farejadores detectaram um fundo falso instalado na carreta onde a droga havia sido escondida. Foi preciso a utilização de um alicate hidráulico para cortar o assoalho do veículo para que os policiais conseguissem ter acesso aos pacotes de entorpecente. Segundo as autoridades, a contagem da droga ainda estava sendo feita até o fim da tarde deste domingo, de acordo com a previsão dos policiais, a quantidade de drogas encontrada pode chegar a 2 toneladas.

A Polícia Federal deverá fazer um pronunciamento oficial sobre essa apreensão nesta segunda-feira (8).

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Asfalto chega a todas as quadras de Brazlândia

As obras de pavimentação da quadra 33 de Brazlândia avançaram, nesta semana, com a aplicação do piche que servirá de base para o asfalto e a previsão é que tudo fique pronto até outubro, para benefício das quase 400 famílias da região.

“Irá melhorar nossa vida. Teremos mais comodidade, segurança, melhor acesso e qualidade de vida, além de valorizar as residências e os moradores”, afirmou o morador da quadra, Edson Rodrigues.

A quadra 33, que foi criada há cerca de quatro anos, abriga, hoje, famílias que residiam em área de risco e ocupações irregulares na quadra 55 da Vila São José.

“Uma obra como essa é prova de que a Administração de Brazlândia e o governador Agnelo Queiroz estão trabalhando para melhorar a qualidade de vida na cidade”, afirmou o administrador da cidade, Bolivar Rocha.

O GDF investiu aproximadamente R$3 milhões na pavimentação e instalação da rede de águas pluviais nesta que era a única área residencial em Brazlândia sem infraestrutura até agora.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Vampiro estuprador de sobradinho foi preso





































Um homem de 57 anos é suspeito de estuprar e beber sangue das vítimas. Ele foi preso hoje (04) por policiais da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho).

Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu na Área Rural de Sobradinho quando o suspeito, que é carroceiro, convidou a vítima, que era catadora de material de reciclagem, a ir a sua casa para fazer uma faxina.

Ao chegar ao local a vítima viveu momentos de terror. Ela foi violentada sexualmente e durante o ato o suspeito desferia golpes de facão, e à medida que o sangue jorrava ele o chupava. A vítima chegou a avisar que era soropositiva, mas ainda assim ele não deu atenção.

O suspeito manteve a vítima em cárcere privado por um dia todo e como estava muito machucada pediu ao suspeito para ele levá-la a uma farmácia. O suspeito concordou, e a levava em sua carroça, quando no meio do caminho desistiu e resolveu voltar com ela para a sua casa. Na volta, a vítima avistou um carro que vinha no sentido contrário, pulou a carroça e conseguiu ser socorrida, sendo levada para o Hospital Regional de Sobradinho.

No hospital ela foi devidamente atendida e os médicos acionaram a polícia que foi até a chácara do suspeito e encontrou a saia da vítima ensanguentada. Mas o suspeito não estava no local.

Ao sair do hospital a vítima não apareceu na delegacia para dar prosseguimento à investigação, pois tinha medo do que poderia acontecer com a sua vida. Segundo o delegado André Sala, somente esse ano, em março, que ela tomou coragem e forneceu a polícia informações mais concretas que viabilizaram a prisão do suspeito na manhã de hoje (04) em Planaltina de Goiás.

 O suspeito nega veementemente o ocorrido, e afirma que a vítima era amiga da esposa de outro carroceiro e essa outra mulher que teria agredido a vítima com o facão. Segundo o delegado ele também é suspeito de cometer o mesmo crime em 2010.

Presos integrantes da maior quadrilha de tráfico de cocaína no DF

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, ontem, três pessoas em Ponta-Porã (MS) acusadas de serem membros da principal quadrilha fornecedora de cocaína no Distrito Federal.

“No início de junho, prendemos o líder, agora, com essas novas prisões, a quadrilha está definitivamente neutralizada”, contou o delegado-chefe da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord) da PCDF, Luiz Alexandre Gratão.

Segundo a polícia, o responsável pela interlocução do grupo sul-mato-grossense com a liderança da quadrilha no Distrito Federal era Marcelo da Costa, 34 anos.

Vidal Cueto, 47 anos, teria a função de contatar caminhoneiros que transportavam a droga para o DF, enquanto Rosane Ferreira, 31 anos, era responsável pelas finanças do grupo e tinha em seu nome um dos caminhões usados pelo bando.

“Nós os monitorávamos e já sabíamos da sua participação na quadrilha, a prisão aconteceu assim que conseguimos o mandato de prisão”, comentou Gratão, que explicou que, após as investigações da PCDF, a polícia do Mato grosso do Sul ajudou a efetuar a prisão.

OPERAÇÃO

A primeira parte da Operação Xeque-Mate foi realizada no dia 2 de junho, quando Wesley Espírito Santo, líder do bando, foi preso. Com ele foram apreendidos 74 kg de cocaína conhecida como “escama de peixe”, de alto grau de pureza, além de 32 tabletes de crack e mais de R$150 mil em espécie.

“A prisão fica como um aviso, para todas as quadrilhas, que a PCDF está investigando e vai, em qualquer lugar do país, prender esse tipo de criminoso”, completou Gratão.

Na operação do mês passado, a polícia também apreendeu 18 carros, cinco armas de fogo, duas carabinas de ar e 19 munições..

Lista reúne empresas proibidas de assinar contratos com o GDF


Relação de pessoas físicas e jurídicas declaradas inidôneas ou suspensas está disponível no Portal da Transparência


A Secretaria de Transparência e Controle do Distrito Federal (STC) divulgou hoje relação de todas as empresas e pessoas físicas com irregularidades junto a algum órgão do governo e que, por isso, estão proibidas de participar de licitações ou fechar contratos com a administração pública.

De acordo com a secretária de Transparência, Vânia Vieira, o balanço inclui empresas suspensas e declaradas inidôneas: “essa é mais uma medida que demonstra o firme compromisso deste governo com a transparência e com o combate à impunidade”, ressaltou.

Até então, estava disponível apenas a relação de empresas punidas diretamente pela própria STC, mas agora foram consolidados os dados de sanções aplicadas por todos os demais órgãos do governo local.

A listagem traz 80 punições aplicadas desde 2011 e servirá de fonte de referência e consulta para todo o governo do Distrito Federal nas próximas licitações e processos de compras.

Ao todo, 16 empresas foram punidas até agora pela Secretaria de Transparência, sendo que a maioria é das áreas de construção civil e tecnologia da informação.

Os dados podem ser acessados pelo Portal da Transparência, que também oferece link para o Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas (Ceis), mantido pela Controladoria-Geral da União (CGU), já que restrições de outros estados podem interferir em licitações e contratos do Distrito Federal.

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Abertas inscrições para colônia de férias do Zoológico



Crianças e adolescentes terão muitas atividades, entre elas, preparar o alimento dos animais

Crianças e adolescentes entre 8 e 14 anos podem participar da colônia de férias do Jardim Zoológico de Brasília, entre os dias 22 e 26 deste mês, para conhecerem os hábitos dos animais, além de participarem da preparação dos alimentos para os bichos.

"É uma ação muito forte em educação ambiental. As crianças participarão de gincana, palestras, atividades de lazer e de trabalho, além de conhecer os hábitos das diversas espécies", destacou o diretor-presidente da Fundação Jardim Zoológico de Brasília, José Belarmino, à Agência Brasília.

As inscrições estão abertas na administração do zoológico e é preciso levar cópia da certidão de nascimento ou da carteira de identidade da criança, 01 (uma) foto 3 x 4, preencher a ficha e pagar a taxa de R$100.

A colônia de férias terá turmas no período da manhã e à tarde.

Outra novidade é que o horário de funcionamento do Zoológico será estendido este mês: estará aberto também às segundas-feiras, com o objetivo de aumentar em até 20% o número de visitantes na comparação com as férias do ano passado.

"A nossa expectativa é receber entre 80 mil e 85 mil pessoas, incluindo os grupos das visitas monitoradas e o pessoal que participa das colônias de férias", destacou o presidente da fundação, ao lembrar que a rede particular de ensino entrará de férias na próxima semana.

Em 2011, o Zoológico recebeu 60 mil visitantes no mês de julho, e em 2012 foram 76 mil. 

Segundo Belarmino, entre as áreas mais procuradas pelos visitantes estão as que abrigam os grandes mamíferos, como elefantes e girafas, mas também o serpentário, onde se encontram as menores espécies e também as perigosas, como as cobras coral ou jararaca.

Os felinos são outra atração – há duas subespécies de tigres (branco e de bengala), leões, onças (parda e pintada), lobo-guará e cachorro-do-mato.

"São 998 animais de 236 espécies que vivem no zoológico, fora os animais de vida livre, como capivara, cotias, macacos", detalhou o presidente da fundação.

SERVIÇO:
Fundação Jardim Zoológico de Brasília
Data: Aberto de segunda a segunda durante o mês de julho
Horário: das 9h às 17h

Ingresso: R$2