quinta-feira, 4 de julho de 2013

Presos integrantes da maior quadrilha de tráfico de cocaína no DF

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, ontem, três pessoas em Ponta-Porã (MS) acusadas de serem membros da principal quadrilha fornecedora de cocaína no Distrito Federal.

“No início de junho, prendemos o líder, agora, com essas novas prisões, a quadrilha está definitivamente neutralizada”, contou o delegado-chefe da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord) da PCDF, Luiz Alexandre Gratão.

Segundo a polícia, o responsável pela interlocução do grupo sul-mato-grossense com a liderança da quadrilha no Distrito Federal era Marcelo da Costa, 34 anos.

Vidal Cueto, 47 anos, teria a função de contatar caminhoneiros que transportavam a droga para o DF, enquanto Rosane Ferreira, 31 anos, era responsável pelas finanças do grupo e tinha em seu nome um dos caminhões usados pelo bando.

“Nós os monitorávamos e já sabíamos da sua participação na quadrilha, a prisão aconteceu assim que conseguimos o mandato de prisão”, comentou Gratão, que explicou que, após as investigações da PCDF, a polícia do Mato grosso do Sul ajudou a efetuar a prisão.

OPERAÇÃO

A primeira parte da Operação Xeque-Mate foi realizada no dia 2 de junho, quando Wesley Espírito Santo, líder do bando, foi preso. Com ele foram apreendidos 74 kg de cocaína conhecida como “escama de peixe”, de alto grau de pureza, além de 32 tabletes de crack e mais de R$150 mil em espécie.

“A prisão fica como um aviso, para todas as quadrilhas, que a PCDF está investigando e vai, em qualquer lugar do país, prender esse tipo de criminoso”, completou Gratão.

Na operação do mês passado, a polícia também apreendeu 18 carros, cinco armas de fogo, duas carabinas de ar e 19 munições..

Nenhum comentário:

Postar um comentário