sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Duas chapas disputam o Conselho de Medicina

Na próxima semana, o Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF) vai eleger os 40 novos conselheiros para atuar na gestão do órgão até 2018.

Duas chapas disputam o comando da instituição. A Chapa 1, Aliança Médica, conta com apoio da Associação Médica Brasileira (AMB) e o Sindicato dos Médicos (Sindmédico). Defende o resgate da ética e da credibilidade do CRM junto à sociedade, à mídia e população, além da melhoria salarial da categoria. “Esperamos que essa situação seja resolvida com a implantação de um plano de cargos e salários na rede pública do DF”, afirma Lairson Rabelo, considerado o cabeça da chapa e, caso eleito, quem poderá se tornar o novo presidente da entidade.

A Chapa 2, Pró-ética, busca desvencilhar a imagem do CRM de outras entidades e também do governo. “Nossa parceria é com a ética e não com o governo ou outras entidades da categoria. Não abrimos mão de ser uma chapa apartidária, em que nenhum dos candidatos tem filiação a um partido político. Nosso objetivo é o resgate da ética profissional, maior atenção aos pacientes e o investimento nos jovens estudantes”, explica Martha Zapallá, principal candidata a presidência do CRM, caso o grupo seja eleito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário