sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Integrantes do "Fórum de Assuntos de Energia Elétrica" tomam posse no Palácio do Buriti

Evento contou com a participação do govenador  e do ministro de Minas e Energia
Os novos integrantes do "Fórum Nacional de Secretários de Estado para Assuntos de Energia" assinaram o termo de posse hoje, durante solenidade no Palácio do Buriti, com a participação do governador Agnelo Queiroz e do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.
"Esse fórum terá um papel importante nesse esforço para avançar cada vez mais no aumento do potencial energético do DF e do Brasil. Essa é uma questão importante para trazer desenvolvimento, atrair empresas e investimentos", destacou o chefe do Executivo local, Agnelo Queiroz.
O novo presidente do Fórum e secretário de Energia do Pará, Nicias Ribeiro, destacou que a organização trabalhará com representantes das 27 unidades da Federação para aperfeiçoamento da política energética brasileira.
"Ouvi que o DF avançou com as melhorias no sistema de energia elétrica e qualquer avanço que ocorre em um governo é bem-vindo e bem-visto para ser usado como modelo por outros estados", destacou Ribeiro.
Segundo ele, os secretários de Energia dos 27 estados poderão trocar experiências durante os encontros periódicos que, no caso do DF, será representado pela Companhia Energética de Brasília (CEB).
O ministro Edison Lobão ressaltou que a CEB apresenta excelentes resultados devido aos investimentos feitos pelo GDF para recuperação da empresa, que chegou a ser listada como uma das empresas do ramo mais multadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
"Foram várias medidas que o governo (GDF) tomou para que os percalços que eram enfrentados todos os dias fossem desaparecendo. Hoje, estamos homenageando o DF, o govenador e a CEB pelos avanços que têm ocorrido nos últimos tempos", elogiou o ministro.
REESTRUTURAÇÃO – De acordo com o diretor de Engenharia da CEB, Mauro Martinelli, a falta de investimentos no passado foi o principal motivo para a onda de apagões que o DF enfrentou recentemente. "Agora, o Distrito Federal tem um sistema em plena recuperação e com remota possibilidade de apagões", explicou.
Em 2011 e 2012, a CEB recebeu investimentos de R$285 milhões; para este ano estão previstos mais R$170 milhões e para 2014 outros R$180 milhões, o que totaliza um aporte à companhia de R$635 milhões em quatro anos.
Novos integrantes do Fórum:
- Nícias Ribeiro –Presidente do Fórum e secretário de Energia do Pará;
- Ricardo Guterres- Vice-presidente do Conselho Regional e secretário de Minas e Energia do Maranhão;
- José Aníbal –Vice-presidente de Petróleo e Gás e secretário de Energia de São Paulo;
- Geoberto Espírito Santo –Vice-presidente de Planejamento Energético e representante da Região Nordeste no Conselho de Pesquisa Energética (Concepe);
- Eduardo Azevedo– Vice-presidente de Energias Alternativas Renováveis e secretário executivo de Energia do Estado de Pernambuco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário